Categoria: Gastronomia

Gastronomia: Aprenda a fazer Guefilte Fish

Olá! Me chamo Marlene e a partir de agora vou compartilhar minhas melhores receitas com vocês. Para começar vou te mostrar como fazer o Gefilte fish, um prato típico da culinária judaica da Europa Oriental, que eu amo fazer. Vamos lá?

O que você vai precisar?

Para cada quilo de peixe (traíra e carpa ou pescada)

– 2 ovos crus

– 2 cenouras inteiras

– 3 cebolas médias cortadas em 4

– sal

– pimenta em pó a gosto

– 2 colheres (sopa) de óleo

– 3 colheres (sopa) de farinha de matzá ou de rosca

– pitada de bicarbonato de sódio

– mais ou menos meio copo de água fria.

Preparo: 

Cortar os peixes em filé (sempre duas qualidades de peixe).

Na panela, onde o peixe deverá ser cozido, colocar o óleo, cebola e bicarbonato, fritando em fogo baixo, mexendo sempre até dourar, desmanchar a cebola. Moer os filés, alternando com as cebolas fritas. Acrescentar todos os outros ingredientes, menos as cenouras inteiras, misturar bem e ir colocando aos poucos a água para ficar uma massa macia.

Na panela onde se fritou a cebola, colocar água, temperá-la com sal, acrescentar as cenouras inteiras, deixando ferver por alguns minutos. Diminuir o fogo e ferver tudo junto por quinze minutos.

Com o restante da massa, fazer bolinhos achatados e também colocá-los na panela. Depois de dez minutos de fervura, experimentar o paladar e, se necessário, acrescentar sal, tampar a panela e deixar cozinhar em fogo brando por UMA hora. Não mexer para evitar que os bolinhos se desmanchem. Depois de cozidos, deixá-los amornar na própria panela e, quando mornos, retirar cuidadosamente com uma escumadeira, bolinho por bolinho e ir arrumando-os na travessa, colocando sobre cada um uma fatia de cenoura cozida. Coar o caldo e colocá-lo em uma molheira para servir acompanhando o peixe. Servir tudo gelado.

OBS.: SERVIR ACOMPANHADO COM CHREM.

Tags:, ,

TOP 5 bolos criativos que você deveria conhecer

Bolos criativos, personalizados e bem confeitados estão na moda. Atualmente aquela história de “um bolinho” está bem mais chique, concorda?

A confeiteira Rosana Castro, proprietária da Aurora Cakes, de Rio das Ostras, tem recebido centenas de encomendas todos os meses. Separamos os TOP 5 bolos mais fofos que ela fez até hoje.

Dá só uma olhada!

Contato: (22) 99999-9030 ou clicando aqui.

Foto: instagram.com/auroracakesconfeitaria/

 

Foto: instagram.com/auroracakesconfeitaria/

 

Foto: instagram.com/auroracakesconfeitaria/

 

Foto: instagram.com/auroracakesconfeitaria/

 

Foto: instagram.com/auroracakesconfeitaria/

Para orçamento/encomendas
linktr.ee/auroracakesconfeitaria

Tags:, ,

Festival de Frutos do Mar movimenta Rio das Ostras no feriadão

Pratos inéditos e diversidade musical foram destaques nos quatro dias de evento

Os três melhores pratos do festival foram premiados . Foto: Allexandre Costa

A 23ª edição do Festival de Frutos do Mar em Boca da Barra foi um grande sucesso, movimentando a economia do Município e atraindo apreciadores da boa gastronomia de diversas Cidades da região. Neste ano, o evento começou na quinta-feira, dia 14, véspera do feriadão da Proclamação da República e foi encerrado no domingo, dia 17. Os chefs dos restaurantes elaboraram receitas inéditas e venderam os pratos ao preço único de 29,00 reais.

Para deixar tudo ainda mais especial e único, shows musicais da melhor qualidade foram escolhidos. Uma programação musical diversificada que animou os moradores e turistas. Na quinta, 14, o festival começou com Xandão Tavares, que tocou MPB, reggae e rock. Em seguida, foi a apresentação de Milton Guedes, um dos artistas mais aguardados do evento, multi-instrumentista, que já gravou com nomes renomados da música brasileira, como Lulu Santos, Roberto Carlos, Sandy e Junior.

Mesmo com o tempo nublado, a Boca da Barra na sexta-feira, 15, recebeu no horário do almoço, Bomfim Rodriguez, que embalou o público com um repertório que trouxe uma nova roupagem para os clássicos do samba e da MPB, com arranjos originais. Em seguida, a atração foi as conhecidas Filhas de Bamba, que apresentou clássicos do samba e do MPB. Lu Oliveira trouxe o Pop, o MPB, Samba e músicas internacionais para encantar a plateia.

O destaque da programação musical foi o americano Big James, cantor, compositor e trombonista. Big James deu um show cheio de swing, com muito blues, soul e funk que levantou o público.

MÚSICA NA ORLA – Já no sábado, quem se apresentou primeiro, abrindo o festival, foi o músico Zulu, que animou a plateia com um repertório de pop, rock e samba. Na sequência, quem subiu no palco foi a Duda Soares, que aos 12 anos, participou da edição de 2019 do The Voice Kids, da TV Globo e encantou a todos com sua potência vocal e seu repertório pop.

Ao cair da tarde, o sol entre as nuvens deixou o clima ainda mais encantador. O Música na Orla trouxe para a praia o saxofonista Eduardo Bruno, que com seus solos musicais atraiu o olhar atento da plateia que acompanhou o deslocar do barco em meio ao mar. Canções consagradas, como Wave, de Tom Jobim, encantaram a todos. A Blackdoze levou o público um show cheio de inovações, misturando rock, reggae e pop. A atração principal foi o artista Léo Gandelman, um dos mais influentes instrumentistas brasileiros.

VISITANTES- As amigas Valdirene Moraes, Vanuza Fernandes e Andrea Ferreira, moradoras de Macaé, vieram passear na cidade e encontraram o Festival.

“Combinamos de dar um passeio aqui em Rio das Ostras e viemos apreciar o Festival. Amamos o show da Duda. Fiquei admirada com a organização e com a estrutura oferecida. Agora vou provar os pratos”, contou Valdirene Moraes.

A charmosa vila dos pescadores no domingo, 17, recebeu Renata Cabral, que embalou o público na hora do almoço, com sua voz e seu repertório de clássicos da MPB e do samba.

A principal atração do último dia do festival foi Daiana Mazza, que se apresentou pela segunda vez. A violinista se apresentou com a Dj Scarlet e agitou a galera com suas performances. A programação trouxe também a voz suave e marcante de Débora Fonseca, com muito pop e rock. À noite, o som instrumental da Banda Segundo Set contagiou todos com uma combinação de Reggae, Blues, Bossa Nova, Pop e MPB. O cantor e multi-instrumentista Thiago Barroso é quem completou as apresentações, com sua MPB da melhor qualidade.

Michelle Marques, moradora de Rio das Ostras, almoçou dois dias no evento e aprovou os pratos servidos. “Muito bom a Cidade ter eventos como este. O festival dá a oportunidade de toda a população saborear pratos de frutos do mar deliciosos e com preços acessíveis. Além, é claro, de conhecer os restaurantes do Município que oferecem uma gastronomia diferenciada”, destacou Michelle.

CONCURSO DE MELHOR PRATO- Os restaurantes elaboraram pratos inéditos com sabores marcantes. Os pratos servidos durante todo o evento participaram do Concurso de Melhor Prato. As receitas foram avaliadas por paladares exigentes. Os chefs Reginaldo Gonçalves e Brena Neves, juntamente com Marcelo Ayres, Presidente do Sindcomércio, provaram e avaliaram as receitas dos estabelecimentos participantes.

Seis restaurantes apresentaram seus pratos aos jurados, que escolheram as três melhores receitas, respeitando os critérios: apresentação, criatividade e paladar.

O prato campeão foi para Zeppelin Bar & Espetadas, que participou pela 1ª vez do Festival, com o prato Arroz da Ilha.

A segunda colocação foi para o Trik Trik Paradiso, com o prato Peixe Figueira Centenária. O terceiro lugar ficou com Marina Crustáceos, com o prato Lagosta Crocante à Praça da Baleia.