Centro de Defesa Ambiental realiza operações com banhistas na alta temporada

Entre as ações, prevenção de afogamentos, resgates de crianças perdidas e advertência de práticas de atividades de risco

 

Foram montados quatro pontos estratégicos da orla do Município, com dois Guardas Ambientais por plantão. Foto: Divulgação

 

No período de 31 de dezembro de 2020 a 03 de janeiro de 2021, o Centro de Defesa Ambiental (CDA), da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Rio das Ostras, fez o monitoramento dos banhistas no feriado prolongado de Réveillon. Ao todo, foram registradas 643 ocorrências.

Em quatro dias, o CDA realizou 624 prevenções de riscos de afogamento, nove resgates, devolveu cinco menores perdidos a seus pais e fez duas advertências a crianças soltando pipas na praia, o que oferecia perigo a elas mesmas e aos pedestres, já que uma atividade de risco se praticada perto da fiação elétrica ou com linha contendo cerol.

Foram montados quatro pontos estratégicos nas orlas das praias do Bosque, Boca da Barra, Mar do Norte e Lagoa do Iriry. Cada local contou com dois Guardas Ambientais por plantão.

Também foi efetuado o socorro a um banhista acidentado na Lagoa de Iriry e a uma pessoa na Praia da Joana.

A equipe do Centro de Defesa Ambiental (CDA) ainda fez, com êxito, um socorro com atendimento pré-hospitalar (APH), devido a um mal súbito em um visitante.

 

Fonte: Prefeitura

 

, ,
Monumentos turísticos de Rio das Ostras são restaurados
Rio das Ostras terá mais de R$ 100 mil de prejuízo por tentativa de crime ambiental

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu